menu left
menu right
ISSEM logo

 

Reforma Previdenciária

A PEC 287/2016 que trata da reforma da previdência, foi enviada ao Congresso no dia 05/12.

Saiba mais...

 


Fundo Municipal de Assistência e Saúde

Fundo Municipal de Previdência Social

Associação dos Aposentados

Conselhos Administrativo e Fiscal


ISSEM Dicas de Saúde

 

O Hospital A.C.Camargo  foi fundado em 1953, pioneiro no tratamento, ensino e pesquisa do câncer. Atualmente é um dos maiores centros oncológicos mundiais. Através de parceria firmada com o Hospital, o ISSEM está trazendo ao seu segurado dicas de saúde, assinadas por médicos renomados. O objetivo é atuar preventivamente através da informação sobre hábitos saudáveis que devem ser adotados no di-a-dia, diminuindo os fatores de risco que podem levar ao desenvolvimento de várias doenças.



Em dezembro se comemora o dia mundial de luta contra a AIDS PDF Imprimir E-mail
Dicas de Saúde
Ter, 18 de Dezembro de 2012 09:34

Em dezembro se comemora o dia mundial de luta contra a AIDS

Prevenção e diagnóstico são fundamentais para fazer frente a essa epidemia

O Dia Mundial de Luta contra a AIDS foi celebrado em 1o de dezembro. A AIDS é causada pelo vírus HIV, transmitido por meio de relações sexuais desprotegidas e sangue contaminado, que ataca as células de defesa do corpo. Com isso, o organismo fica vulnerável a diversas doenças oportunistas, desde um simples resfriado até infecções mais graves, como tuberculose ou algumas que podem até resultar em câncer. Dados do Ministério da Saúde revelam que no Brasil existem hoje cerca de 530 mil pessoas infectadas com o vírus HIV, sendo que desse total 130 mil desconhecem a situação. Por essa razão, o tema da campanha do governo federal pelo Dia Mundial de Luta contra a AIDS deste ano teve como tema “Fique sabendo”.

Segundo o Infectologista, Chefe do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar (SCIH) do Hospital A.C.Camargo, Dr. Ivan França, um dos grandes problemas da AIDS é que nem todas as pessoas portadoras do vírus HIV estão conscientes de que são soropositivas porque não realizam o teste. “Hoje a AIDS não é mais considerada uma sentença de morte. É uma doença crônica que, sobretudo, deve ser prevenida, evitando-se os comportamentos de risco. Embora ainda não haja cura, a AIDS pode ser tratada”, afirma.

 

Comportamentos de risco

De acordo com Dr. Ivan, a AIDS é considerada hoje uma epidemia mundial e não se fala mais em grupos de risco, como nos anos 1980, mas sim em comportamentos de risco que podem levar qualquer pessoa a contrair o HIV. Os principais comportamentos de riscos são a prática de relação sexual sem uso de preservativo e o compartilhamento de agulhas e seringas entre os usuários de drogas injetáveis. Outra situação é a transmissão de mãe para filho na gravidez e parto. “Mas isso está se tornando raro porque a mãe que sabe que é portadora do HIV pode ser tratada na gestação com medicamentos antirretrovirais e ter cuidados especiais no parto. O bebê, por sua vez, recebe remédios específicos”, diz.

Segundo Dr. Ivan, pessoas com vida sexual ativa que tenham mantido relações sexuais sem preservativo ou passado por qualquer outra situação de risco relativa à AIDS devem fazer o teste. Em caso de diagnóstico positivo, o tratamento pode ser feito gratuitamente nas unidades de saúde governamentais. “O Brasil tem um programa público em relação a diagnóstico e tratamento de AIDS que é considerado modelo por muitos países”, informa o Infectologista.


Fonte: Dr. Ivan França

Chefe do Serviço de Infecção Hospitalar (SCIH) do Hospital A.C.Camargo, CRM 93300

 

Para mais informações, acesse o site

www.accamargo.org.br

 
« InícioAnterior818283848586878889PróximoFim »

Página 82 de 89

Últimos Artigos

Mais acessados


Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais - Rua Max Wilhelm, 255 - Vila Baependi - Jaragua do Sul - SC
Fone: (47)3270 3900