menu left
menu right
ISSEM logo

 

Reforma Previdenciária

A PEC 287/2016 que trata da reforma da previdência, foi enviada ao Congresso no dia 05/12.

Saiba mais...

 


Fundo Municipal de Assistência e Saúde

Fundo Municipal de Previdência Social

Associação dos Aposentados

Conselhos Administrativo e Fiscal


ISSEM Dicas de Saúde Cuidados com rinite, sinusite e bronquite
Cuidados com rinite, sinusite e bronquite PDF Imprimir E-mail
Dicas de Saúde
Qui, 19 de Março de 2015 00:00

Algumas doenças respiratórias são muito comuns, como é o caso da rinite, uma inflamação das vias respiratórias que atinge a mucosa nasal; da sinusite, infecção que afeta os ossos da face; ou até mesmo a bronquite asmática, que é a inflamação dos brônquios.

De acordo com Dra. Carolina Salim G. Freitas, do Núcleo de Pulmão e Tórax do A.C.Camargo Cancer Center, a sinusite é provocada por bactéria e pode evoluir para doenças mais graves, como pneumonia, e até levar à morte. Já a rinite e a bronquite são relacionadas a causas alérgicas.

As crises de doenças das vias respiratórias ocorrem mais frequentemente nos períodos mais frios do ano, quando o tempo se torna mais seco e o ar mais poluído, as pessoas tendem a usar roupas e cobertores que ficaram guardados e estão mofados, ou permanecem em ambientes mal ventilados. Quem fuma, aumenta ainda mais os riscos -- não só de ter doenças respiratórias como também de adquirir outras mais graves, a exemplo do câncer.

Prevenção

Há várias maneiras de se prevenir contra essas doenças, como praticar exercícios físicos, não fumar, não ficar em locais poluídos, manter distância de pelos de animais e de materiais que acumulam poeira e ácaro. Outra dica é lavar e secar bem os cobertores e roupas de inverno antes de usá-los. Manter os ambientes arejados, mesmo nos dias frios, também é outra sugestão. Segundo a médica, a friagem tem relação indireta com as doenças respiratórias, pois a variação brusca de temperatura pode facilitar os resfriados comuns (virais).

Sintomas

As doenças alérgicas não têm cura, mas podem ser controladas. Por isso, é importante ficar atento aos sinais para detectá-las o mais cedo possível. Falta de ar, tosse seca e coriza nasal podem ser sintomas de rinite e bronquite. No caso da sinusite, também ocorre o acúmulo de secreção e congestão nasal, febre e dor de cabeça. Dra. Carolina recomenda que nos casos de crises agudas e pontuais o paciente procure um pronto socorro e, se houver recorrência, consulte um especialista para uma avaliação mais detalhada e tratamento específico.

Fonte: Dra. Carolina Salim G. Freitas, do Núcleo de Pulmão e Tórax do A.C.Camargo Cancer Center. CRM 131517.

 

Dr. Jarbas J. Salto Jr. - Responsável Técnico - CRM SP 62963


Para mais informações, acesse o site

www.accamargo.org.br

 

Últimos Artigos

Mais acessados


Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais - Rua Walter Marquardt, 623 - Barra do Rio Molha - Jaragua do Sul - SC
Fone: (47)3270 3900