menu left
menu right
ISSEM logo

 

Reforma Previdenciária

A PEC 287/2016 que trata da reforma da previdência, foi enviada ao Congresso no dia 05/12.

Saiba mais...

 


Fundo Municipal de Assistência e Saúde

Fundo Municipal de Previdência Social

Associação dos Aposentados

Conselhos Administrativo e Fiscal


ISSEM Dicas de Saúde Câncer de Pele
Câncer de Pele PDF Imprimir E-mail
Dicas de Saúde
Sex, 15 de Dezembro de 2017 07:03

Dezembro combina com laranja, cor do verão. É também a cor para chamar a atenção para o câncer de pele. Importantíssimo, portanto, não se esquecer da prevenção. Filtro solar, sempre, diariamente. Vai tomar um sol? Se estique na canga antes das 10h, ou depois das 15h (e com o filtro e chapéu!), como recomendam os médicos. E não se esqueça de usar óculos escuros de boa qualidade para proteger a pele fina dos olhos.

"Quando se fala em câncer de pele há duas regras importantes que devemos seguir. Primeira regra: prevenir para que não aconteça e, segunda, se ele acontecer, que seja diagnosticado cedo", afirma o Dr. João Duprat, Diretor do Núcleo de Câncer de Pele do A.C.Camargo.

Sinais de alerta: manchas ou pintas novas na pele, ou se alguma que já existia mudou de aparência; feridas abertas há mais de um mês que não cicatrizam. Hora de conferir com o dermatologista.

E reaplique o filtro assim que sair da água.

O número: mais de 180 mil casos de câncer de pele por ano no Brasil

Riscos e benefícios da reposição da vitamina D

A vitamina D, cuja maior fonte é o sol, é na verdade um hormônio essencial para a saúde dos ossos e que ajuda na prevenção da osteoporose. Para saber se você está com os níveis corretos desse hormônio, existe o exame de dosagem de vitamina D. Normalmente, tomar sol de manhã, três vezes por semana durante dez minutos, é o suficiente.

Pessoas descendentes de europeus, as mais branquinhas que mal pisam fora da sombra ficam vermelhas, pertencem ao grupo de risco, assim como pacientes que já tiveram câncer de pele. Ou seja, devem sempre conferir se sua dose de vitamina D está em dia. Se você for diagnosticado com carência de vitamina D, o médico pode lhe receitar a reposição.

Atenção, porém, que o excesso de vitamina D não faz bem. Pode provocar insuficiência renal, cálculos renais, irritabilidade, perda de apetite.

O desafio do diagnóstico precoce do câncer de pele em homens

Homens têm mais dificuldade para perceber alterações que podem indicar um câncer de pele. Isso porque o melanoma (o tipo mais agressivo de câncer de pele), nos homens, costuma surgir nas costas. Nas mulheres ele aparece nas pernas.

Por isso mesmo, muitas vezes, são as mulheres que notam e orientam seus maridos, filhos, pais, a procurarem um especialista. Peça para alguém olhar suas costas e checar se há algo diferente. Fundamental é diagnosticar o quanto antes.

Fonte: Dr. João Pedreira Duprat Neto - CRM 49571
Diretor do Núcleo de Câncer de Pele

 

Últimos Artigos

Mais acessados


Instituto de Seguridade dos Servidores Municipais - Rua Max Wilhelm, 255 - Vila Baependi - Jaragua do Sul - SC
Fone: (47)3270 3900